Container

Rádio Cultura Riograndina

Endereço: General Osório - Edifício Câmara do Comércio - , 430/Sala 204 - Centro - rio grande - RS - CEP 96.200-400

Telefone: (53) 3232-2303 - Celular: (53) 99164-7867 -

Pelotas

Endereço: - - RS

Telefone: (53) 9165-9164

São José do Norte

Endereço: - - RS

Telefone: (53) 3238-1100

Rio Grande, 25 de Maio de 2018

Rádio Cultura Riograndina - Rio Grande, Rs.

Está no ar

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Artigos

Seminário aborda o Referencial Curricular Gaúcho

Publicado 17/04/2018

Com o objetivo de criar uma base comum curricular integrada entre as redes municipal, estadual e privada, a Secretaria da Educação (Seduc), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), e o Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinepe-RS), lançaram, na tarde desta quinta-feira (12), o “Referencial Curricular Gaúcho”. A cerimônia oficial, que ocorreu durante o 1º Seminário Estadual da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC), no Auditório do Ministério Público Estadual, deu início a um ciclo de debates e audiências públicas que irão definir os principais assuntos a serem trabalhados no novo currículo. A implantação irá ocorrer a partir de 2019.
 
De acordo com o secretário Estadual de Educação, Ronald Krummenauer, a sociedade se transformou muito nos últimos anos. Para ele, as escolas precisam oferecer uma educação compatível com o que o mundo de hoje exige. “Além de valorizar o conhecimento, é necessário que o aprendizado esteja conectado com o que o país exige para o futuro. É preciso entender as necessidades dos alunos e oferecer as ferramentas necessárias para a profissão que eles almejam”, destaca.
Para o presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação do Rio Grande do Sul (Undime/RS), André Lemes, o desenvolvimento de ações conjuntas irá elevar o nível educacional do Rio Grande do Sul. “Está nas nossas mãos o poder de conduzir de forma positiva todo este processo. A nova BNCC e o Referencia Curricular Gaúcho, sem dúvida, irão qualificar o nosso ensino”, enaltece.
 
Conforme o presidente do Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinepe-RS), Bruno Eizerik, a diferenciação entre a rede privada e a rede pública não é mais aceitável. De acordo com ele, um currículo deve ser construído por todos os setores da educação do Estado. “ Temos que ter a ousadia de percorrer novos caminhos e a escola privada está à disposição para trabalhar por este grandioso projeto”, afirma.
 
A representante do Ministério da Educação (MEC), Carolina Tomaz Barbosa, ressalta a importância da base curricular estar mais próxima das pessoas. “ O Rio Grande do Sul tem uma característica própria. A construção de um referencial curricular próprio, dá uma identidade ainda maior para a educação do Estado”, analisa.
 
Referencial curricular
 
O governo do Estado irá publicar uma portaria para constituir uma comissão de 22 professores representando a Seduc, a Undime e o Sindicato do Ensino Privado no Rio Grande do Sul (Sinepe/RS) para debater o novo currículo. Posteriormente, será criado um site para que professores das três redes ofereçam sugestões de assuntos a serem trabalhados no novo currículo. As consultas públicas estão previstas para ocorrer até o final do mês de junho.
 
Ainda estiveram presentes no evento as seguintes autoridades:  a secretária-adjunta de Educação, Iara Wortmann; a diretora do Departamento Pedagógico da Seduc, Sônia Rosa; a representante da Comissão Estadual de Mobilização para Implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), Danielle Bolzan; o secretário Municipal de Educação de Porto Alegre, Adriano de Britto; a coordenadora estadual de currículo da Undime/RS, Marléa Ramos; a especialista do Movimento pela Base, Cleusa Repulho; e o representante da MSTECH, Celso Nishiioka

Leia mais sobre: Artigos

Fonte: Paulo Cesar Flores dos Santos-SEDUC- Texto e foto Diego da Costa

Compartilhe

Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

Enquete

Você concorda com o fim do auxílio-reclusão e a criação de um benefício para as vítimas dos crimes?

Resultado

Banner1 178x317

Banner7 178x88

Banner5 178x88

Topo 982x346

Banner3 178x88

Banner4 178x88

Banner2 178x88

Banner6 178x88